Small Caps: O que são empresas de baixa Capitalização?

Para investidores entusiastas da renda variável e com menor sensibilidade à volatilidade, é interessante possuir ações de Small Caps na sua carteira de investimentos.

Dessa forma, utilizando as Small Caps na estratégia de investimentos, o investidor pode alcançar rentabilidades acima da média.

O que são as Small Caps?

As Small Caps são empresas de pequena capitalização negociadas publicamente na bolsa de valores.

Normalmente, para determinar quais são as “menores” empresas da bolsa, no caso as Small Caps, são utilizados critérios como o volume de negociação em bolsa e o nível de faturamento da companhia.

No entanto, a determinação das Small Caps é muito variante.

Por exemplo, empresas com um valor de mercado que varia entre US$300 milhões até aproximadamente US$2 bilhões podem ser consideradas Small Caps.

É importante ressaltar que, apesar de, quando comparadas com as maiores empresas da bolsa, as Small Caps serem consideradas menores, não é possível considerar essas empresas, no geral, de pequeno porte.

Normalmente, na bolsa de valores, as Small Caps aparecem como novas empresas de grande potencial, mas que ainda não são líderes em seu setor, ou como uma líder estabilizada de um setor econômico com mercado pequeno.

Como as Small Caps têm um menor valor de mercado, é mais provável conseguir crescimentos percentuais consideráveis com o investimento nesse tipo de companhia.

Entretanto, pela mesma razão e por conta da menor estabilizada se comparada às Blue Chips, essas empresas costumam apresentar maior volatilidade e, portanto, riscos, sobretudo de curto prazo, para o investidor.

Como investir em small caps?

Através de uma corretora de valores, por exemplo, é possível comprar ações de empresas consideradas Small Caps.

Contudo, antes de realizar o investimento em uma empresa, é necessário entender quais critérios devem ser atendidos e o que exatamente deve ser analisado.

Primeiramente, uma ótima forma de começar analisando uma possibilidade de investimento em uma Small Cap é analisar o índice SMLL.

O SMLL é o índice de Small Caps da B3 (bolsa de valores nacional) e demonstra a performance média desse tipo de companhia em dado período de tempo.

Assim, é possível entender em quais momentos o mercado das Small Caps, no geral, está em situações de alta, baixa e/ou estabilidade.

Além disso, é muito importante entender o contexto particular específico da Small Cap que o investidor pretende aplicar seus recursos.

Por isso, é imprescindível realizar a análise fundamentalista da Small Cap para fundamentar ainda melhor a decisão de investimento.

É importante salientar que, sobretudo para os day traders e swing traders, a volatilidade das small caps, apesar de representa uma maior possibilidade de ganho, também traz mais risco de perda para o capital aplicado.

Vantagens e desvantagens das small caps?

Assim, como outras formas de investimentos, ao analisar as Small Caps no home broker, é necessário estar ciente das vantagens e desvantagens desse tipo de ativo.

Por isso, vale a pena analisar os benefícios e prejuízos que são oferecidos ao investidor ao realizar o investimento em Small Caps.

A grande vantagem de investir em Small Caps é, sem dúvidas, o grande potencial de retorno oferecido por essas companhias.

Grande potencial de retorno 

As Small Caps, como o nome já aponta, possuem um valor de mercado pequeno se comparadas às demais companhias da bolsa.

Por isso, é mais provável que esse tipo de companhia entregue, em um período de tempo menor, maiores retornos percentuais para o investidor.

Isso porque, em termos percentuais, um crescimento de US$100 milhões no valor de mercado de uma Small Caps representa uma valorização muito maior que o mesmo crescimento em um Blue Chips, já que essa possui um valor de mercado altíssimo.

Por outro lado, é necessário também destacar algumas das principais desvantagens das Small Caps.

  • Grande volatilidade;
  • Vulnerabilidade econômica;
  • Menor liquidez.

Grande volatilidade

Se por um lado a grande volatilidade pode proporcionar bons ganhos em um menor período de tempo, a mesma volatilidade pode também resultar em grandes perdas.

Por isso, é preciso atenção redobrada na hora de selecionar as Small Caps que irão compor a carteira de investimento.

Um caso particular que merece destaque são os IPOs de Small Caps, que apresentam uma volatilidade, nos primeiros dias, ainda maior do que o padrão.

Vulnerabilidade econômica

Por ter um menor nível de capitalização e menor consolidação no mercado, as Small Caps podem estar mais sujeitas à consequências negativas resultantes de crises econômicas.

Em casos que o circuit breaker deve ser acionado na bolsa, por exemplo, é comum ver resultados ainda mais alarmantes envolvendo as Small Caps.

Por isso, em casos de desestabilização interna ou externa, as Small Caps podem acabar tendo um impacto relativo muito maior nos seus resultados e na própria operação do negócio.

Menor liquidez

Além da pequena capitalização, outra característica importante que diferencia as Small Caps é um menor volume de negociação.

Logo, por serem negociadas em quantidades menores, a liquidez das ações da Small Caps acaba sendo menor.

Assim, quando o investidor resolve vender as Small Caps da sua carteira, pode acabar tendo uma dificuldade e, consequentemente, espera maior.

Vale a pena investir em Small Caps?

Apesar de terem sido listadas mais desvantagens que vantagens da Small Caps, é importante ressaltar que esse tipo de ações é muito indicado para alguns perfis de investidor.

Investidores com menor aversão ao risco, à volatilidade e com objetivos de prazos mais longo, por exemplo, podem ter um percentual da sua carteira destinado para as empresas de menor capitalização da bolsa.

Assim, é possível aproveitar o maior potencial de rentabilidade das Small Caps sem expor o patrimônio de forma agressiva.

Evidentemente, o percentual representativo das Small Caps na carteira de investimento dependerá exclusivamente da sensibilidade do investidor em relação ao risco e suas preferências relacionadas à rentabilidade e ao prazo.

É muito importante lembrar que, antes de escolher uma Small Cap para investir, assim como para investir em uma Blue Chip, é necessário realizar uma boa análise fundamentalista do ativo, considerando os indicadores financeiros da companhia, assim como as possibilidades de crescimento.

Dessa forma, é possível, ao menos, aumentar a probabilidade de escolher uma boa ação de Small Caps e aproveitar todo grande potencial de rentabilidade do ativo.

Fonte: https://www.sunoresearch.com.br/

Start typing and press Enter to search

1
Bem-vindo a DB Contabilidade, você precisa de ajuda? Estamos online e prontos para te ajudar.