Sebrae reforça ambiente EAD sobre Educação Empreendedora para atender comunidade escolar

Além de cursos gratuitos para professores e gestores de Educação, plataforma também oferece novos cursos para os estudantes interessados em aprender sobre Cultura Empreendedora

Diante do desafio de proporcionar um aprendizado continuado a todas as crianças e jovens que estão sem aula por consequência da pandemia do novo coronavírus, o Sebrae reformulou seu ambiente de ensino à distância (EAD) sobre Educação Empreendedora. Além de novos cursos para professores e gestores de Educação, o portal também oferece um espaço voltado para os estudantes que querem desenvolver uma atitude empreendedora como projeto de vida.

Ao todo são mais de 40 cursos disponíveis com acesso livre e gratuito, incluindo tutoria e certificação digital. Na secção “Quero Aprender”, os alunos têm acesso aos cursos “Como agir de maneira empreendedora”, “Empreendedorismo como opção de carreira”, entre outros. Já para os professores e gestores de Educação, foram incluídos novos cursos, principalmente para o Ensino Médio, como por exemplo: o “Jovem Empreendedor no Campo”, que trata de oportunidades de negócios rurais, mudança e inovação no setor rural.

Além de cursos online, a plataforma também disponibiliza mais de 70 objetos de aprendizagem para aqueles que querem aprofundar assuntos pontuais por meio de outras ferramentas, como infográficos, vídeos e podcasts. Também são oferecidas trilhas de aprendizagem que reúnem uma sequência de cursos e outros elementos sobre uma mesma temática, para que o usuário possa aprender mais sobre determinado assunto. Uma das trilhas oferecidas é a de “Jogos” que permite o aprendizado de forma mais lúdica e interativa.

Segundo dados da Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura (Unesco), divulgados em meados de março, metade dos estudantes do mundo, ou seja, mais de 850 milhões de crianças e adolescentes, estão fora da sala de aula devido à pandemia provocada pelo novo coronavírus.

A analista de Cultura Empreendedora do Sebrae, Luana Carulla, explica que diante desse cenário a instituição concentrou esforços para fortalecer o ambiente de EAD com adaptação dos conteúdos aos formatos digitais para atender às necessidades da comunidade escolar como um todo. De acordo com ela, maior parte da atuação do Sebrae em Educação Empreendedora vinha sendo no formato presencial, mas com o novo site e  com a reformulação do portal EAD, a procura pelos serviços e soluções da instituição aumentou bastante nos últimos meses. Ela acredita que a qualidade dos conteúdos, a facilidade de acesso e a linguagem totalmente adaptada tem atraído e engajado muito mais o público escolar para o processo de aprendizagem. “A procura pelos nossos materiais e metodologias específicas de ensino da Cultura Empreendedora tem crescido muito tanto por parte de parceiros quanto pelo público final, que são os alunos, professores e gestores de Educação. Somente nos cursos de capacitação online foram mais de 6 mil novas matrículas neste ano, o que já supera os números de todo o ano passado”, destacou.

Desde 2013, o Sebrae desenvolve o Programa Nacional de Educação Empreendedora (PNEE) que tem articulado parcerias estratégicas em todo o país para a promoção de uma educação voltada ao desenvolvimento de competências de uma atitude empreendedora, que vai além da abertura de um negócio, mas permite vencer desafios, realizar sonhos e tomar decisões para um projeto de vida. Com atuação em quase dois mil municípios brasileiros, o PNEE já capacitou 4,5 milhões de alunos e alunas, em nove mil instituições de ensino formal, que inclui desde o Ensino Básico até o Ensino Superior, passando pelo Ensino Médio e Profissionalizante.

Por Agência Sebrae de Notícias

Start typing and press Enter to search

1
Bem-vindo a DB Contabilidade, você precisa de ajuda? Estamos online e prontos para te ajudar.