Instituições expõem instrumentos de apoio a startups detentoras de soluções para a pandemia

Em evento realizado pelo Ministério da Economia, foi oferecido inclusive aporte financeiro para empresas que buscam soluções que contribuam para o fim da crise

O Ministério da Economia, por meio do programa de aceleração de startups InovAtiva Brasil, e a Associação Brasileira de Startups (ABstartups) realizaram seminário online (webinar) com instituições públicas e privadas detentoras de instrumentos de apoio a startups com soluções para a crise do novo coronavírus,

Participaram do evento, na quarta-feira (22/4), representantes do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), da Escola Nacional de Administração Pública (Enap), do Banco Intramericano de Desenvolvimento (BID), da Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI), da Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (Embrapii), do Sebrae e do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC). Na ocasião, foram apresentados editais, chamadas, desafios de inovação, linhas de capital de giro e fundo de investimento destinados a startups e também a micro, pequenas e médias empresas.

A ABDI lançou um edital para buscar soluções inovadoras voltadas para cidades, bairros e comunidades de baixa renda. O edital contempla três grandes frentes: o enfrentamento da pandemia Covid-19, voltada para soluções inovadoras para otimizar os serviços de saúde; o enfrentamento dos impactos socioeconômicos, direcionado a projetos com ações de implementação imediata para enfrentar os desafios socioeconômicos relacionados à Covid-19; e empreendedorismo, contemplando soluções voltadas à ações de desenvolvimento sustentável socioeconômico de curto e médio prazo.

A primeira chamada do edital irá destinar R$ 2,5 milhões de reais divididos em R$ 1 milhão, para o primeiro lugar, e R$ 600 mil, R$ 500 mil e R$ 400 mil, para os 2º, 3º e 4º lugares respectivamente.

Já a Embrapii ampliou o percentual do aporte para projetos de pesquisa, desenvolvimento e inovação ligados à pandemia, flexibilizando a regra de um terço de recursos não reembolsáveis (modelo tradicional). A partir de agora, o estímulo será maior, avaliado de acordo com a necessidade de cada proposta.

Como explicou o assessor da Embrapii José Menezes, a empresa não usa edital para contratar e desenvolver projetos, o que, segundo ele, torna o processo ágil, algo fundamental neste momento. “O recurso já está disponível para as empresas que buscam apoio para o desenvolvimento de solução que contribua no diagnóstico, tratamento ou acompanhamento da Covid-19″, explicou.

Demoday InovAtiva 

O webinar faz parte da programação do demoday online InovAtiva Conecta: Covid-19, evento realizado semanalmente pelo Ministério da Economia e pela ABStartups, com startups que desenvolvem produtos, serviços e tecnologias para evitar a disseminação do vírus e atenuar os efeitos do isolamento social.

Nas três primeiras edições, 29 startups já se apresentaram. A cada semana até dez empresas são selecionadas pela ABStartups a partir de eixos de inovação indicados pela equipe técnica do Ministério da Saúde: 1) Testes rápidos para Sars-CoV-2 e Covid-19; 2) Monitoramento de indivíduos positivos para Sars-CoV-2  e Covid-19; 3) Atendimento remoto: telemedicina e telepsicologia; 4) Comportamento epidemiológico do Sars-Cov-2; e 5) Soluções preditivas de surtos e de toxicidade

Na próxima edição do demoday, quarta-feira, dia 29/4, às 15h, serão apresentadas startups com soluções para os problemas que micro e pequenas empresas têm enfrentado com a crise do coronavírus, com foco em “Vendas online” e “Delivery e Logística de Entregas”.

Por Ministério da Economia

Start typing and press Enter to search

1
Bem-vindo a DB Contabilidade, você precisa de ajuda? Estamos online e prontos para te ajudar.